NEPAL: Os Números Atrás do Crescimento do Cristianismo no Nepal

Arquivado em Destaque

Nepal é o lar de uma das populações cristãs de mais rápido crescimento no mundo. Grande parte desse crescimento vem da abertura política do país em 2008, quando o Nepal deixou de ser um reino hindu e se tornou uma democracia secular. A maior parte está entre as comunidades de castas consideradas inferiores, no Nepal. Os radicais hindus afirmam que os missionários estrangeiros estão usando ajuda e dinheiro para enganar as pessoas de castas baixas para a conversão, mas essa afirmação é uma falsa narrativa que busca, nada mais que tornar conversões religiosas completamente ilegais. A população cristã do Nepal continuará crescendo diante dessa perseguição?

O crescimento da população cristã foi acompanhado e comprovado por estatísticas na World Christian Database. Em 1951, o país asiático não tinha cristãos em sua população. Em 1961, viviam 458 cristãos e, em 2001, os números subiram para 102 mil. Em 2011, o número aumentou substancialmente para 375 mil. Outras fontes sugerem que o número é realmente muito maior.

John Pudaite, presidente da Associação Bíblias para o Mundo, disse que o principal motivo do aumento na população cristã no Nepal era a política. Ele ressaltou que, durante muito tempo, o Nepal foi subjugado sob uma monarquia restritiva. Quando o Nepal finalmente se tornou uma democracia, seus cidadãos descobriram que poderiam escolher no que eles queriam acreditar. Pudaite afirmou que apenas a mensagem da verdade e misericórdia de Cristo atrai muitos, fazendo com que a Igreja cresça rapidamente.

A verdade secular é diferente. O Nepal ainda é um país predominantemente hindu. O sistema de castas no hinduísmo levou muitas castas inferiores a abraçar o cristianismo. Embora o Nepal tenha proibido o sistema de castas em 2001, a discriminação baseada em casta continua a prosperar, mais ainda nas regiões rurais do país. As pessoas que vivem nas periferias sofrem abuso sistemático. Este abuso persistiu de uma geração para outra, sem sinal de redução. A maioria dos convertidos vem das castas inferiores, e os missionários os ajudam a entender que a conversão é a única maneira de escapar desse ciclo tortuoso.

Seja a voz você também e compartilhe

Google1GoogleYahooBlogger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *